000primeira
010especial
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°4149 (Nova Série), Sexta-Feira, 9 de Novembro de 2012

COMISSARIADO DE AUDITORIA REITERA falhAS em cursos
supervisionados pela DSEJ

Depois da divulgação do relatório do Comissariado de Auditoria (CA) sobre o “Programa de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento Contínuo”, a Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) afirmou publicamente que não concordava com as conclusões apresentadas e que nenhum curso tinha sido autorizado indevidamente. Os responsáveis da DSEJ sublinharam que o CA não terá compreendido os procedimentos e recusaram que este seja um caso de desperdício de dinheiros públicos. Perante esta posição, em comunicado divulgado ontem, o CA decidiu reiterar as conclusões do relatório e enumerou de forma objectiva os problemas detectados, esclarecendo a sua posição. “O CA em parte alguma questionou o objectivo do Programa” e “entende que os procedimentos de execução, apreciação, gestão e fiscalização do Programa devam ser aplicados correcta e diligentemente, com vista à aplicação eficaz dos recursos em benefício dos cidadãos”. No comunicado é relembrado que o CA “é um órgão de fiscalização independente” ao qual cabe a função de “auditar a aplicação dos recursos pelos serviços públicos e apoiá-los na detecção de problemas, na prevenção e correcção de erros e vícios, no aperfeiçoamento da gestão e na definição de medidas para redução de riscos e de desperdício de recursos públicos”.

RECEITAS E LUCROS DA SANDS CHINA AUMENTARAM DOIS DÍGITOS

O lucro líquido da Sands China aumentou 16,8% para 328,2 milhões de dólares americanos (cerca de 2.545 milhões de dólares de Hong Kong) no terceiro trimestre deste ano face ao mesmo período de 2011, anunciou ontem a operadora. Há uma semana, o grupo Las Vegas Sands já tinha comunicado um crescimento dos lucros das operações em Macau, apontando no entanto para um montante ligeiramente inferior (326,7 milhões de dólares americanos). Ontem, a Sands China adiantou ainda ter tido um aumento de 36,3% das receitas líquidas, conseguindo um recorde de 12.628 milhões de dólares de Hong Kong. O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado verificou também uma subida de 24,1% para mais um recorde: 3.761,4 milhões de dólares de Hong Kong.

SILVA PENEDA DIZ QUE RENEGOCIAÇÃO
COM A TROIKA DEVE COMEÇAR “JÁ”

O presidente do Conselho Económico e Social (CES) insistiu ontem que o Governo português deve iniciar “já” um processo de renegociação com a “troika” que afaste o país de cinco anos de austeridade. “Quanto mais tarde iniciarmos estas negociações, piores vão ser as condições para o fazer”, disse José Silva Peneda aos deputados durante uma audição na Assembleia da República. Questionado pela deputada do PSD Elsa Cordeiro sobre os riscos que teria esta negociação, o presidente do CES afirmou que “há sempre riscos”, mas sublinhou que no actual momento, o maior risco é o de não cumprimento das metas. “Se este se cenário se verificar a nossa posição sairá mais enfraquecida e, por isso, o ideal é transferirmos para mais cedo esta negociação”, disse. Para Silva Peneda, a renegociação dos prazos de amortização de dívida devem ser prioritárias nesta renegociação, em relação às de execução do défice.

“O FILHO ETERNO” VAI SER
PUBLICADO EM CHINÊS

“O Filho Eterno”, de Cristóvão Tezza, vai ser publicado em chinês, em Junho de 2013, anunciou ontem o escritor brasileiro, em declarações à Lusa em Macau. Este será o primeiro romance do autor a ser traduzido para chinês. “É um acontecimento sensacional, uma coisa muito boa”, até porque a China “é um mercado muito difícil para autores brasileiros, nos dois sentidos: A gente lê muito pouco autores chineses e a China conhece muito pouco da literatura brasileira traduzida”, realçou. Com “O Filho Eterno” (2007), que aborda a experiência de criar um filho com síndrome de Down, Tezza conquistou diversas distinções. O primeiro capítulo da obra traduzida foi disponibilizado pela editora num encontro em Pequim, onde foi lido, em português e mandarim, contou o escritor. O escritor vai realizar hoje, na Universidade de Macau, uma palestra sobre “A Literatura Brasileira de Hoje”, a qual servirá de “prelúdio” à Semana da Cultura Brasileira, que arranca no dia 12. Hoje, pelas 18:30, Cristóvão Tezza tem ainda um encontro marcado na Livraria Portuguesa, onde será apresentado “O Filho Eterno”.

BASHAR AL-ASSAD QUER
“VIVER E MORRER NA SÍRIA”

O Presidente sírio rejeitou o exílio e fez advertências quanto às “consequências mundiais” de uma possível intervenção estrangeira no seu país. “Não sou um fantoche (...) Eu sou sírio e tenho portanto que viver e morrer na Síria”, declarou Bashar al-Assad, que enfrenta há quase dois anos uma guerra civil no seu país, numa entrevista à televisão russa de língua árabe “Rusiya Al-Yaum”. Enquanto a oposição e os rebeldes sírios apelam à comunidade internacional que intervenha no conflito, Bashar al-Assad considerou que qualquer intervenção iria criar um “efeito dominó” que afectaria “o mundo do oceano Atlântico ao oceano Pacífico”. Al-Assad apresentou o seu país como o “último bastião de secularismo, estabilidade e coexistência na região”, e acrescentou que o custo de uma invasão estrangeira na Síria, se acontecer, será “maior do que o mundo pode pagar”.

SISMO NA GUATEMALA CAUSOU
PELO MENOS 48 MORTOS E 155 FERIDOS

O forte sismo de magnitude 7,4 que sacudiu a Guatemala causou pelo menos 48 mortos e 155 feridos, mas há ainda 23 pessoas desaparecidas. O epicentro do abalo situou-se no mar, 163 quilómetros a sudoeste da capital do país, a Cidade da Guatemala. Num balanço provisório, o Presidente da Guatemala, Otto Pérez, estimou que mais de 131 casas tenham ficado destruídas. Para apoiar os desalojados foram disponibilizados 11 abrigos, com capacidade para acolher cerca de 800 pessoas. O sismo provocou alguns movimentos de pânico em países vizinhos, como México e El Salvador, tendo a Nicarágua chegado mesmo a emitir um alerta de tsunami, que acabou por ser retirado.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd