000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3978 (Nova Série), Sexta-Feira, 2 de Mar¬o de 2012
F1 em testes

antónio ribeiro martins*

Os testes oficiais da pré-época da Fórmula 1 estão a acabar. O último será já na próxima semana, depois será tudo a sério, a valer, e com as prestações e os pontos a merecerem toda a atenção das equipas.
Se Schumacher foi muito rápido para a Mercedes Benz em Barcelona, Alonso fez o melhor tempo nesse mesmo circuito dois dias depois, Kobayashi impressionou em Valência, a HRT não rodou nem uma volta que fosse, por causa de um “crash test” falhado e a Renault com “Mr Ice Man” - Kimi Raikkonen - de regresso teve problemas. Se Ross Brawn diz que o Mercedes W03 ainda não é um carro “ganhador”, Mark Webber afirma que a Ferrari está muito melhor que na época passada, e Bernie Ecclestone acredita que Webber poderá vir a ser o novo campeão do mundo de Pilotos (discordamos), etc, etc…
Nada disto é importante. Importante será, no próximo dia 23 deste mês, quando os carros saírem para a pista, em Melbourne, na Austrália, e começarem a mostrar as suas reais capacidades.
Tudo será esclarecido, mas nós arriscamos, depois de rever tudo o que foi dito e escrito, a avançar com uma hierarquia, que não será muito diferente da do ano passado.
Assim pode-se prever uma luta, muito equilibrada, entre a Red Bull Racing, a Ferrari e a McLaren-Mercedes, enquanto que logo a seguir, para o meio do pelotão, a Lotus-Renault, Sauber-Ferrari, Mercedes, Force India-Mercedes, Toro Rosso-Ferrari e mesmo a nova Williams,com motores Renault, e sem o “eterno” Rubens Barrichelo Jr., poderão ter desempenhos muito semelhantes, com uma partilha de pontos equivalente, durante toda a época, salvo, um desenvolvimento de motor ou aerodinâmico excepcional de alguma delas. Isso pode acontecer, mas não pensamos ser muito viável, já que as próximas sessões de testes oficiais vão realizar-se no meio da temporada, e aí, será difícil mudar, radicalmente, muita coisa.
As restantes equipas, tais como a Marussia, a Catrham e a HRT, continuarão a mostrar que nem deviam estar ali, o que só aconteceu devido a uma fantasia tardia de Max Mosley, que insistiu em aumentar o pelotão com recurso a equipas que passadas duas épocas teimam em ser “chicanes” móveis em todas as corridas.
Assim, os Mundiais de Fórmula Um vão começar a 23 deste mês, com tudo o que é preciso para se vir a ter uma boa, talvez óptima época…Esperemos!

* Especialista JTM
em Desportos Motorizados.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd