000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3978 (Nova Série), Sexta-Feira, 2 de Mar¬o de 2012

BENFICA-PORTO ACOMPANHADO COM EMOÇÃO EM MACAU
“Dérbi” importante, mas não decisivo

O clássico da Luz será um jogo muito importante mas não decisivo, acreditam adeptos benfiquistas e portistas em Macau. Vitória dos clubes do “coração” por 2-0 foi o prognóstico apontado por três dos quatro residentes ouvidos pelo JTM

pedro andré santos

Confiança e concentração são as palavras de ordem para o jogo grande da liga portuguesa que irá opor o Benfica ao Futebol Clube do Porto, a disputar hoje (4:15 da próxima madrugada em Macau). A dez jornadas do final da competição os dois rivais estão empatados na tabela com 49 pontos, podendo uma vitória nesta ronda relançar qualquer das equipas para o título. No entanto, adeptos das “águias” e dos “dragões” contactados pelo JTM acreditam que não será um jogo decisivo.
Começando pelos encarnados, até porque jogam em casa, Rui Cardoso considerou que “este jogo não irá definir o campeão porque o Porto tem estado inconstante, e o Benfica também, nos últimos jogos”. O técnico do Benfica de Macau mostra-se mais preocupado com o facto de a equipa estar ainda a disputar a Liga dos Campeões, mas não será um possível desgaste que irá afectar a prestação dos atletas porque “a motivação é tão grande que não se pode poupar qualquer jogador”, sendo apenas necessário “gerir a equipa”.
Uma opinião de resto corroborada por Mário Évora. “Acho que em termos de rigor não é decisivo porque são três pontos, como contra qualquer outro adversário, mas em termos psicológicos sim, poderá trazer vantagens”, referiu o membro da direcção do Benfica de Macau.
“Estou convicto que o Benfica irá ganhar. Joga em casa, tem um futebol melhor... mas não nos podemos esquecer que a entrada do Lucho veio registar uma grande subida para o Porto”, alertou.
Rui Cardoso, que desta vez terá que participar apenas como “treinador de bancada”, não tem dúvidas que o seu clube irá vencer. “O Porto terá um jogo muito difícil, vai entrar forte porque quererá redimir-se dalguns desaires recentes, e vai tentar passar o Benfica. Vai ser difícil para os dois mas o Benfica vai ganhar. Em casa tem que ganhar os jogos todos”, asseverou ao JTM.
O factor casa pouco ou nada importa para os adeptos portistas, lembrando ainda com algum humor um episódio da época transacta quando os “dragões” festejaram o título no estádio da Luz... às escuras. “O Porto vai à Luz para ganhar, mas que não apaguem a luz!”, disse José Veiga, entre sorrisos.
No seu restaurante, “O Porto”, está bem patente o clubismo com vários galhardetes dos azuis-e-brancos. Apesar de ter acompanhado muitas conquistas do seu clube de coração, José Veiga não tem gostado das prestações esta época. “Desde que começou o campeonato não gosto de como o Porto joga, acho que não vai ganhar nada. A equipa é praticamente a mesma em relação ao ano passado, mas há ali algo que não está bem”, referiu, embora mais tranquilo face às entradas de Lucho González e Marc Janko. Mas um “dérbi” é um “dérbi”, e não duvida que “o Porto é favorito”.
Mais pragmático, António Aguiar não espera um grande jogo dado que são duas equipas que “vão encaixar uma na outra” e deverão jogar “mais com o coração do que com a cabeça”. Seja como for, o presidente do FC Porto de Macau relembra que importa é conquistar os três pontos. “Seguindo a lógica, este seria um jogo para empatar, mas o coração diz que o Porto vai vencer. Será dividido em pormenores de jogadores, mas eu não me importo nada de ganhar com um erro do árbitro ou um autogolo”, disse. Uma possível derrota do seu clube não irá afectar as contas do campeonato, nem um empate será um mau resultado para ambos, no entender de António Aguiar.
QUEM IRÁ DECIDIR? Em termos de prognósticos, Rui Cardoso e Mário Évora apostam numa vitória de 2-0 para a sua equipa, tal como António Aguiar, mas a favor do FC Porto, claro está, enquanto que José Veiga “oferece” um golo ao Benfica, apostando num 2-1 a favor dos “dragões”.
Estranhamente, em termos de quem pode resolver esta partida, os habituais “desequilibradores”, como Hulk ou Gaitan, não foram mencionados como jogadores que podem decidir, havendo uma maior aposta nos “homens-golo” Cardozo ou Janko.
António Aguiar acredita que será o “gigante” Janko a decidir com um “bis”. Já José Veiga prefere dar mais força ao meio campo, contando com o “pulmão” de João Moutinho e o “génio” de Lucho.
Do lado do Benfica, Rui Cardoso aposta na veia goleadora de Cardozo, enquanto que Mário Évora destaca Witsel, Rodrigo e também Aimar.
BRAGA DE OLHO NA FRENTE. Sporting de Braga é um dos principais interessados na partida entre Benfica e Porto, sendo um empate o resultado que mais lhe convém. Contando com uma diferença de apenas três pontos, os bracarenses podem reduzir a diferença ou até mesmo apanhar “águias” ou “dragões”, em caso de derrota de um deles. Para isso terá que vencer amanhã numa difícil deslocação à Madeira para defrontar o Nacional, equipa que tem vindo em crescendo de forma e que ocupa nesta altura o sétimo lugar, espreitando os lugares de acesso às competições europeias.
Luta acesa também pelo quarto lugar, com o Marítimo a jogar em Guimarães e o Sporting a deslocar-se a Setúbal para enfrentar o Vitória local, que conseguiu um triunfo vistoso na última jornada no terreno do Beira-Mar, por 3-2, deixando os lugares de descida. Os “leões” ainda não perderam com Sá Pinto no comando e não se podem dar ao luxo de perder mais pontos. Apesar das vitórias para o campeonato nas últimas jornadas, as exibições dos verde-e-brancos ainda estão longe de convencer, esperando-se para ver como irão responder na tradicionalmente difícil deslocação a Setúbal.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd