000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3978 (Nova Série), Sexta-Feira, 2 de Mar¬o de 2012
TRÊS PESSOAS DETIDAS POR REENTRADA ILEGAL
Trabalho ilegal em centro comercial

Dez pessoas foram detectadas a trabalhar num centro comercial sem a devida autorização. Duas mulheres e um homem acabaram por ser detidos por estarem em situação ilegal no território

PEDRO ANDRÉ SANTOS

Vários casos de trabalho ilegal têm sido registados nos últimos dias, levando as autoridades a debruçarem-se mais sobre este tipo de ocorrência.
Após investigações tiveram conhecimento de um centro comercial onde estariam a ser realizadas obras de remodelação por trabalhadores sem autorização. No local, as autoridades encontraram oito homens e duas mulheres, todos da China Continental. Nenhum deles tinha autorização para fazer o trabalho pelo qual recebiam entre 350 e 500 patacas por dia.
Depois de confrontarem os dados dos trabalhadores com os dos Serviços de Identificação, as autoridades descobriram que três estavam proibidos de permanecer em Macau.
Os casos são relativamente semelhantes já que todos os detidos vieram de Zhuhai. As duas mulheres pagaram para vir de barco enquanto o homem veio a nado.
Outro caso revelado pela polícia deu conta de um homem que foi detido na madrugada de ontem igualmente por estar ilegalmente no território.
A detenção ocorreu na Avenida Sir Anders Ljungstedt. Os agentes identificaram um indivíduo que se mostrou algo nervoso. Quando se aproximaram, ele tentou fugir, acabando detido. Terá confessado que estava em situação ilegal e com uma proibição de permanecer no território até 2020. Veio de barco de Zhuhai a troco de 7.500 renminbis, com o objectivo de jogar nos casinos, acrescentaram as autoridades.

Tentativa de furto acabou com estalada

Um homem foi identificado por uma passageira a tentar furtar outra passageira num autocarro, acabando por deitar por terra as aspirações de conseguir algum dinheiro fácil. No entanto, o caso não ficou por aí. Quando a mulher que quase foi roubada deixou a viatura, o homem também saiu e agrediu-a com uma estalada. A outra mulher que já tinha detectado a tentativa de furto viu tudo e denunciou o caso num programa de rádio, chamando a atenção das autoridades que aproveitaram para lançar um apelo na tentativa de identificar o suspeito.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd