000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3978 (Nova Série), Sexta-Feira, 2 de Mar¬o de 2012
Cursos do IPOR com recorde de alunos

O Português como língua estrangeira tem registado uma forte procura no Instituto Português do Oriente (IPOR). No segundo semestre do ano lectivo 2011/12, que arrancou na terceira semana de Fevereiro, estavam previstos 2.050 alunos, mais 110 do que no semestre anterior. É a primeira vez que se passa a barreira dos 2.000 alunos. Do ano passado para este o IPOR teve ainda um lucro de 537 mil patacas. As salas que estavam arrendadas na Escola Portuguesa também vão ser libertadas este semestre.

 

E agora que a população se pronuncie
NOVA ETAPA NO PROCESSO DE REFORMA POLÍTICA

 

TV Cabo processa Governo e exige 500 milhões de patacas

A TV Cabo Macau interpôs ontem uma acção de indemnização contra o Governo junto do Tribunal Arbitral, reclamando 500 milhões de patacas em prejuízos por alegada violação do contrato de exclusividade. A TV Cabo detém, desde 1999 e até Abril de 2014, a exclusividade do serviço terrestre de televisão por subscrição, mas as companhias de antenas, denominadas “anteneiros”, com o conhecimento público do Governo, captam, descodificam e distribuem ilegalmente sinais de televisão. “Os ‘anteneiros’, sem pagar qualquer tipo de direito aos licenciadores, descodificam ou lançam nas suas redes os canais codificados, e os livres, e cobram taxas às administrações de condomínios, obviamente muito baixas”, explicou à agência Lusa o advogado da TV Cabo, Luís Almeida Pinto. Os “anteneiros” cobram 25 patacas mensais por fração face às 168 patacas mensais que custa o pacote básico da TV Cabo.

Tsang pede desculpas públicas devido a investigação por corrupção

O chefe do Executivo de Hong Kong pediu ontem desculpas públicas por ter comprometido a confiança pública, na sequência da investigação de que é alvo por suspeita de suborno e conflito de interesses. O observatório anti-corrupção do território vizinho está a investigar Donald Tsang, que enfrenta acusações de suborno e conflito de interesses depois de a imprensa ter publicado fotografias suas, em convívio com a mulher e amigos milionários a bordo de um luxuoso iate, propriedade de um empresário de Macau, numa viagem à Tailândia, além de ter recebido um luxuoso apartamento. “Esta série de acontecimentos preocupou a população, os media, os legisladores e os funcionários públicos e abala a confiança pública em Hong Kong”, referiu Tsang aos agentes judiciais. O político garantiu ainda que vai “cooperar totalmente” com a equipa de investigação sobre os actos de corrupção.

 

Miguel Relvas:

“Macau é uma oportunidade única”

 

Dez trabalhadores ilegais em obras de remodelação de centro comercial

Subsídio complementar prolongado até Dezembro mas sem aumento

Japão cauteloso com anúncio de acordo entre EUA e Coreia do Norte

Ramos Horta considera eventual derrota uma lição de democracia

 

Adeptos locais acreditam que clássico da Luz não vai definir o campeão

 

 

A obra do Governador Horta e Costa analisada por António Aresta

 


 [Alto]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd