000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3666 (Nova Série), Quinta-Feira, 27 de Janeiro de 2011
FUNCIONÁRIOS VÃO RECEBER MAIS 4,5%
Sands também aumenta salários

A Sands China anunciou ontem aumentos salariais de 4,5 por cento para todos os trabalhadores a tempo inteiro. A medida produz efeitos a 1 de Março

Os funcionários da Sands China têm motivos para sorrir, após a empresa ter comunicado ontem que os ordenados vão sofrer um aumento de 4,5 por cento, a partir de 1 de Março.
“Este aumento surge na sequência da revisão em alta dos salários efectuada no terceiro trimestre do ano passado e que se traduziu no incremento de 3,5% nos vencimentos dos 14.500 funcionários elegíveis”, indica a Sands China num comunicado. “A empresa realizou dois ajustes salariais em menos de nove meses, que concretizam um aumento de oito por cento em menos de um ano. Estes ajustes salariais demonstram o nosso reconhecimento e compromisso para com todos [os trabalhadores] e para com a comunidade de Macau”, realça o presidente e director de operações Edward M. Tracy, na mesma nota. Paralelamente, a Sands China fez saber também que o pagamento do bónus referente ao ano transacto será efectuado no próximo dia 9.
Recorde-se que, no início do mês, também a Wynn Macau anunciou um aumento salarial de seis por cento para todos os funcionários da empresa que não desempenham cargos de gestão. Incremento que passará a constar das folhas de vencimento a partir do próximo dia 1. Em comunicado, o presidente e CEO da Wynn Resorts afirmou que a medida representa “uma resposta à liderança exercida pelo Chefe do Executivo Chui Sai On e pelo Secretário Francis Tam, no que diz respeito ao aumento do custo de vida para os residentes de Macau”. Na altura, Steve Wynn destacou o empenho da empresa em oferecer aos funcionários compensações de “nível adequado”. A decisão da Wynn e agora da Sands China vem na sequência das palavras do director dos Serviços para os Assuntos Laborais, Shuen Ka Hung, que exortou as empresas, sobretudo da indústria do Jogo, a aumentarem os ordenados dos seus trabalhadores. No seu entendimento, o sector facturou muito no ano passado pelo que esse crescimento deverá reflectir-se ao final do mês na folha de vencimentos dos trabalhadores.
As estatísticas oficiais comprovam que os trabalhadores da Administração continuam a ser os que auferem salários mais elevados em Macau, à frente dos funcionários que exercem funções na indústria do jogo. Na RAEM, os salários médios mensais, incluindo os dos trabalhadores locais e importados, rondava as 9.000 patacas em Novembro do ano passado, o que representa um crescimento de 5,9 por cento face ao mesmo mês de 2009.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd