000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3666 (Nova Série), Quinta-Feira, 27 de Janeiro de 2011
um outro olhar
A luta e o clã

José Silva*

1. Ao contrário do que se previa, a luta pela sucessão de Stanley Ho está a ganhar contornos fortes que poderão acabar com um acordo em tribunal. De um lado, está o magnata, quarta mulher e, do outro sector da barricada da fortuna, estão a segunda e terceira mulheres e, aparentemente, os filhos Pansy Ho e Lawrence Ho.
Em causa, a venda de acções do patriarca da família para outros accionistas o que tem como consequência imediata a sua perda de influência no seio da STDM. Quer dizer, depois da passagem de testemunho na Sociedade de Jogos de Macau em favor da sua mulher número quatro, Angela Leong, Stanley Ho vê-se despojado digamos do, aparentemente, último reduto do velho leão em termos das suas empresas.
Face ao precário estado de saúde de Stanley Ho, não sabemos exactamente que intervenção ele terá em toda esta polémica. Provavelmente, outros estarão a falar em nome dele numa espécie de ocupação de terreno e de mexidas de pedras no complexo xadrez do universo do jogo que um dos homens mais ricos da Ásia comandou ao longo de décadas.
Para todos os efeitos, o ocaso do estado de saúde de Stanley Ho há já algum tempo que parece ser irreversível. Estamos, agora, a saber que o seu reino pessoal no sector do jogo tende a desaparecer no meio de jogadas de bastidores, jurídicas e engenharias financeiras.
Há uma novela que estreou, os próximos capítulos serão excitantes mas desconfiamos sempre como acabam estas histórias que envolvem muito dinheiro - acordos em tribunal ou extra-judiciais.
Mas, até lá, poderá haver algum sangue mediático...

2. A Galaxy alertou, recentemente, o governo para a falta de mão-de-obra para concluir os seus megaprojectos para o Cotai. Nada de mais natural. A nova legislação laboral que contempla os trabalhadores não residentes é altamente restritiva e discriminatória.
Macau não tem capacidade de resposta no que se refere à força laboral para empreendimentos da envergadura dos casinos. O executivo tem que aligeirar as autorizações de trabalho de modo a facilitar as tarefas das concessionárias de jogo, mesmo que, para isso, enfrente protestos internos.
Ainda nesta indústria, o destaque para os aumentos salariais dos funcionários não-executivos da Wynn Macau que é um caso de sucesso na RAEM. Um projecto ambicioso, luxuoso e feito à medida, que começa a dar lucro suficiente para uma redistribuição da riqueza.
Como sempre, tal como em Las Vegas que saiu da sua imaginação e traço, Steve Wynn está à frente do pelotão.

3. Esteve bem o Chefe do Executivo ao não autorizar a presença em tribunal ou através de um simples depoimento, do seu antecessor no cargo no processo conexo ao de Ao Man Long. Mesmo que tudo tenha acontecido durante o consulado de Edmund Ho, é preciso proteger os altos cargos de uma exposição desnecessária violadora de segredos relacionados com actos de gestão.
A menos que haja crimes de sangue ou de excepcional gravidade, o número um de uma administração tem de estar salvaguardado.

4. As eleições presidenciais em Portugal confirmaram a escolha dos portugueses pela continuidade, tal como sempre aconteceu no passado, mantendo quem já está no Palácio de Belém.
Mas estas eleições confirmaram, também, o desaparecimento político de Manuel Alegre, os surpreendentes casos de Fernando Nobre e José Manuel Coelho, um franco-atirador da Madeira que parece ter anunciado a morte política de Alberto João Jardim e de um certo estilo de governação nas ilhas.
E isto porque há outro vitorioso nestas eleições - o PCP que, mesmo perdendo todos os actos nacionais, acaba sempre por descobrir que ganhou...
Com Cavaco num segundo mandato, só falta a vitória do PSD nas legislativas para que o sonho da direita portuguesa seja concretizado pela primeira vez.
Um presidente, uma maioria. Os portugueses não se podem queixar porque foram avisados e sabiam o que estava em jogo...

*Jornalista

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd