000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3572 (Nova Série), Quinta-Feira, 30 de Setembro de 2010
AIR MACAU LANÇOU CURSO “Somos Todos Embaixadores da Cultura”
Dizer nos céus que não há só casinos

No dia em que 14 comissários de bordo receberam o seu certificado, a Air Macau lançou um “curso” que pretende leccionar aulas que abarcam matérias sobre o património da RAEM. O objectivo é que os funcionários da companhia que contactam com os passageiros lhes mostrem que o território oferece muito mais do que longas salas com mesas de jogo

A Air Macau apresentou mais 14 rostos que vão voar na companhia levando impressões da RAEM a outras partes do globo. Os novos assistentes de bordo receberam ontem o seu certificado e ouviram o vice-presidente da companhia passar a mensagem de que é preciso abrir a janela da cultura aos passageiros que visitam Macau.
Durante a cerimónia da 56ª graduação de pessoal de bordo, a companhia lançou também o curso “Somos Todos Embaixadores da Cultura” e Wang Xue Feng “encorajou” os mais novos a mostrar que Macau é um território com história e património e não apenas um oásis de mesas de jogo, como tantas vezes é projectado além fronteiras.
Assumindo-se como uma “janela” do território, a transportadora pretende que seja traçado um “desenho” mais completo de Macau. Os comissários de bordo sendo “as primeiras pessoas [locais] que os turistas conhecem” têm a missão de abrir horizontes no que respeita às ofertas do território.
A ideia de projectar um curso nesta área surgiu no início deste ano e ontem entrou na rotina da companhia. Na primeira aula da acção de formação, leccionada pela manhã, participaram comissários de bordo que vivem e trabalham em Macau pela primeira vez.
“Há meio ano foi-me apresentada esta ideia e eu fiquei muito entusiasmado porque é bom não só para a nossa companhia mas para toda a Macau, para as pessoas e para o negócio das empresas, referiu o vice-presidente executivo Xang Xue Feng, adiantando que se promoverem a cultura “é natural que as pessoas fiquem interessadas em visitar”.
O curso “Somos Todos Embaixadores da Cultura” apresentará matérias centradas no Centro Histórico de Macau. Com esta lição, os comissários de bordo podem descolar do território levando argumentos para mostrar noutras partes do mundo o património de Macau.
VOAR PARA OUTRAS CULTURAS. Lin YanYan tem 24 anos. É uma das novas caras da companhia. O primeiro voo como comissária de bordo acontecerá nos próximos dias e o destino será Taipé. Ainda é tudo novidade e as expectativas são muitas. Mas a rapariga de sorriso pronto mostra-se entusiasmada por poder quebrar fronteiras e conhecer os costumes de outra gente. “Este é o meu primeiro emprego e todo é novo para mim, mas penso que é interessante porque vou voar para países diferentes e ver pessoas de todo o mundo e aprender as suas culturas”, referiu ao JTM.
Lin YanYan também não escondeu o fascínio pela aparência elegante de uma comissária de bordo e o facto de o salário ser bom como motivos que a levaram a escolher esta profissão. Com uma licenciatura ligada à língua inglesa, a jovem que está a viver em Macau enfrenta agora o desafio de trabalhar a sobrevoar vários países. Para tal teve várias semanas de formação onde aprendeu os detalhes dos serviços e também medidas de segurança para ajudar os passageiros em caso de emergência.
A Lin YanYan ou Hihiko (como aparece na placa do seu uniforme) juntam-se mais treze colegas que segundo a companhia são de Chongqing, Chengdu, Cantão, Fuzhou, Shenzhen, Tianji, todas cidades do interior da China.

F.A.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd