000primeira
010especial
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3389 (Nova Série), Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010
ALOJAMENTO OCUPA GRANDE FATIA DAS DESPESAS
Gastos dos turistas subiram no final de 2009

A quantidade de dinheiro que os turistas deixam em Macau continua a aumentar, com os visitantes do Continente a liderar os gastos

De acordo com dados divulgados ontem pelos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), a despesa per capita dos visitantes no quarto trimestre do ano passado foi de 1.807 patacas, reflectindo um aumento ligeiro de um por cento relativamente a igual período de 2008. A despesa per capita dos visitantes da China Continental situou-se no primeiro lugar, com 3.563 patacas, enquanto que a dos visitantes do Sudeste Asiático, de Taiwan e de Hong Kong correspondeu a 1.814, 1.606 e 1.212 patacas, respectivamente.
Quando comparada com o quarto trimestre de 2008, a despesa per capita dos turistas cresceu sete por cento, atingindo 2.659 patacas, ao passo que, a dos excursionistas aumentou 26 por cento, alcançando as 631 patacas. No período em análise, a despesa per capita dos visitantes (excluindo as despesas em compras e no jogo) foi de 1.093 patacas, traduzindo um acréscimo de um por cento face ao mesmo trimestre de 2008. As despesas no alojamento e na alimentação equivaleram, respectivamente, a 47 e 34 por cento do total das despesas.
Já a despesa per capita em compras dos visitantes fixou-se nas 714 patacas, registando a um aumento de um por cento quando comparada com a do trimestre homólogo de 2008. As despesas em alimentos/doces e em vestuário representaram, por seu lado, 28 e 22 por cento do total dos gastos em compras.
Segundo informa a DSEC, a despesa por dia dos visitantes, entre Outubro e Dezembro de 2009, cifrou-se em 1.679 patacas e correspondeu a um acréscimo de oito por cento face à observada no mesmo trimestre de 2008. Neste campo, a despesa por dia dos visitantes da China Continental foi a maior, atingindo um montante de 2.837 patacas. Já os gastos de visitantes provenientes de Taiwan, do Sudeste Asiático e de Hong Kong situaram-se, respectivamente, nas 1.600; 1.493 e 1.209 patacas.
No trimestre em análise, os visitantes ficaram em Macau por um período médio de 1,1 dias, idêntico ao registado no quarto trimestre de 2008. Os visitantes da China Continental hospedaram-se em média no território 1,3 dias. A média dos turistas estendeu-se por 1,7 dias, tendo sido mais longa (+0,1 dia) que a registado no quarto trimestre de 2008. Os excursionistas, por seu turno, permaneceram em média 0,3 dias, ou seja, +0,1 dia face ao quarto trimestre de 2008, indica a DSEC.


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd