000primeira
020opiniao
030local
050desporto
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3306 (Nova Série), Ter¬a-Feira, 3 de Novembro de 2009
SJM aguarda explicações sobre concessão à Galaxy

A Sociedade de Jogos de Macau (SJM) espera ouvir por parte do Governo esclarecimentos relativamente à política de concessão de terrenos a operadores de Jogo. O pedido surge na sequência da concessão de uma parcela de terra no Cotai à Galaxy, cujos contornos o director executivo da empresa quer esmiuçar. Em declarações reproduzidas pela TDM, Ambrose So salientou que quer saber se a concessão foi efectuada à luz dos regulamentos do Jogo ou se há novas regras, já que a SJM aguarda também por um “feedback” idêntico para poder avançar com um novo investimento. A concessão directa de um terreno à Galaxy, em particular com a opção de arrendamento de lotes a terceiros, tem servido de mote a diversas intervenções e provocado reacções junto das operadoras de Jogo. O tema também chegou à Assembleia Legislativa com vários deputados a exigirem mais explicações por estar em causa a concessão do mais vasto terrenos desde a transição (440 mil metros quadrados). Para o Ho Ion Sang, o Executivo de Edmund Ho devia mesmo congelar os processos de concessão, troca e alteração de finalidade dos terrenos, enquanto não fosse publicada a nova Lei das Terras. Mais: o Governo não “deveria, à semelhança do que acontece agora, chegar a diversos tipos de acordos com os empreendedores, dispondo a seu livre arbítrio dos nossos recursos de solo e descurando o descontentamento da população quanto à concessão de terrenos a preços de saldo”. Recentemente, a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT) justificou as condições da concessão do terreno à Galaxy com o objectivo de “incentivar o desenvolvimento mais rápido” do empreendimento, com vista à criação de mais postos de trabalho. No tocante ao arrendamento de lotes a terceiros, a DSSOPT acrescentou que é interdita a alteração da finalidade do terreno, impondo-se ainda que o prémio do lote esteja pago na totalidade.

 


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd