000primeira
020opiniao
030local
050desporto
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°3273 (Nova Série), Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2009
LIGA PORTUGUESA
Alan e Eduardo apagaram as velas e a chama do dragão

Com dois aniversariantes em destaque, o Sporting de Braga consolidou a liderança e confirmou um início de época fantástico. O FC Porto esteve cansado da correria de Londres

CARLOS NOGUEIRA

E ao quinto jogo nova vitória do Sp. Braga, que segurou a liderança da Liga e confirmou o seu melhor início de época de sempre. E logo frente ao FC Porto, que não perdia fora de casa desde 1 de Novembro de 2008, na Figueira da Foz.
Foi uma festa completa para a equipa de Domingos, que soube ter paciência durante todo o desafio e no momento certo, com alguma sorte à mistura, deu o golpe fatal num FC Porto que acusou o desgaste do jogo a meio da semana em Londres, com o Chelsea. Foi a noite de dois aniversariantes: Alan (30 anos) marcou o golo e Eduardo (27) segurou a vantagem com duas defesas nos minutos finais. Os dois foram decisivos para apagar a chama do dragão.
Os bracarenses assumiram o controlo do encontro desde o início, beneficiando da estratégia de Jesualdo Ferreira, que deu a sensação de querer ver repetida a história da época passada, ou seja: dar a iniciativa ao adversário e depois aproveitar o espaço concedido para, em rápidos contra-ataques, chegar ao golo. Só que, desta vez, o Sp. Braga estava avisado e jogou com cautelas, procurando não dar espaços para Hulk e Varela serem lançados em velocidade.
O jogo ressentiu-se da estratégia dos treinadores e a primeira parte acabou por ser monótona, apenas sacudida com três lances perigosos junto das balizas e um lance de penálti não assinalado de Alvaro Pereira sobre Alan.
A toada do jogo manteve-se após o intervalo e, a determinada altura, criou-se a sensação de que ninguém iria desfazer o 0-0. Pareciam todos satisfeitos... todos menos Alan, que tirou um coelho da cartola e fez rebentar a festa. Jesualdo, em desespero, lançou Rodríguez e Farías em campo. E no tudo por tudo, já com Bruno Alves a ponta-de-lança, apareceu em cena Eduardo, que negou por duas vezes o golo a Farías.

JTM/DN

Rio Ave continua invencível

O Rio Ave manteve a invencibilidade na liga portuguesa ao empatar (1-1) no terreno do Paços de Ferreira, que continua sem vencer. Adriano deu vantagem ao Rio Ave, aos 81 minutos, mas William empatou aos 86. A Académica empatou em Coimbra com o Belenenses (1-1), com Miguel Pedro a marcar o tento dos estudantes (5’), e Yontcha a dar o empate aos homens do Restelo (60). Já o Vitória de Setúbal ganhou por 1-0 na visita à Naval, graças a um tento de Kazmierczak (28’). No derby da Madeira, o Nacional venceu o Marítimo por 2-1, com golos de Edgar (36 e 76) para os anfitriões e de Djalma para os visitantes. Na sexta-feira, no arranque da 7ª jornada, o Leixões bateu o Vitória de Guimarães, por 3-1, e somou a primeira vitória. Laranjeiro (18 minutos), Pouga (49) e Zé Manel (94) marcaram pela equipa de Matosinhos, e Nuno Assis apontou o golo solitário dos vimaranenses (31). Ontem, já após o fecho desta edição, o União Leiria recebeu o Benfica, mas a jornada só termina hoje com a visita do Olhanense ao Sporting.

 


 [Alto] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd