000primeira
010especial
020opiniao
030local
070actual
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°2836 (Nova Série), Ter¬a-Feira, 17 de Junho de 2008
AUTORIDADES IMPEDEM PUBLICAÇÃO DA REVISTA

“Time Out Pequim” fora de circulação

A Time Out Pequim em inglês, uma das revistas culturais estrangeiras mais lidas na capital chinesa, foi retirada do mercado nas vésperas dos Jogos Olímpicos (JO), anunciaram fontes da publicação

A edição de Junho da revista em inglês deixou de estar disponível nos lugares onde normalmente se pode encontrar a publicação gratuita, que é uma das mais populares para se estar actualizado sobre a vida cultural e de lazer em Pequim.
Li Duoyu, editor chefe da Time Out China, confirmou à Agência Lusa que a edição de Junho da Time Out Pequim em inglês foi banida.
“Sim, estamos em diálogo com as autoridades”, disse Li, “porque quando a versão inglesa da Time Out Pequim foi lançada, não tinha licença de distribuição”.
Contudo, a revista era publicada há mais de três anos e até agora as autoridades não tinham impedido a sua circulação.
“A Administração chinesa é assim”, afirmou Li, acrescentando que, “no início, a edição inglesa era distribuída como um suplemento da versão chinesa da revista”, pelo que a questão da licença não se colocava.
Segundo admitiu Li, “com a aproximação dos Jogos Olímpicos, as autoridades estão mais sensíveis à imprensa”, sem referir que se trata de uma questão de “censura” por parte das autoridades chinesas, ao contrário do que insinuou Tom Pattinson, editor da revista, à imprensa estrangeira.
De acordo com Pattinson, as autoridades justificaram a proibição com “problemas de licença” da revista, que “não mudaram nos últimos três anos e meio e talvez seja um momento estranho para colocar um problema que até agora não tinha existido”.
O conteúdo editorial para o número de Julho já estava preparado e a revista pretende voltar a ser publicada o mais depressa possível.
Todavia, outros profissionais da publicação em Pequim, que se recusaram a comentar a retirada da revista, afirmaram que é improvável que esta regresse às bancas antes do fim dos Jogos Olímpicos.
Segundo os jornalistas, as autoridades chinesas pretendem controlar todas as publicações devido à multidão de visitantes estrangeiros que deverão chegar a Pequim para assistir às Olimpíadas, entre 08 e 24 de Agosto.
A Time Out Pequim é uma das poucas revistas em inglês disponíveis na capital chinesa e foi uma das primeiras publicações a tratar temas polémicos como a homossexualidade na China.
A revista, que é uma das mais lidas pelos visitantes estrangeiros, foi retirada do mercado no seguimento das sucessivas restrições que Pequim está a impor a todos os elementos estrangeiros nos últimos tempos, sob pretexto de que são medidas necessárias para garantir a segurança durante os Jogos Olímpicos.


 [Alto] [Anterior] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd