000primeira
020opiniao
030local
050desporto
081jete
090cambios
091tempo
092ultima


 



 
  N°2587 (Nova Série), Ter¬a-Feira, 25 de Setembro de 2007
Apontamento
Elogio (moderado) à ASAE
Ferreira Fernandes

A ASAE dá-me sentimentos contraditórios. Vejo as vendedoras do mercado da Costa Nova, Ílhavo, a chorar o marisco cozido que lhes levaram das bancas, e indigno-me: os malandros!

Lembro-me, depois, da intoxicação de várias pessoas por causa do marisco vendido ali, há três anos, e o apreciador de camarão que sou suspira de alívio e aplaude os fiscais.

Tenho de me definir: ASAE, amo-a ou deixo-a? E, quando chego a esta conclusão (é, há conclusões dubitativas), verifico que a ASAE acaba de ganhar o seu combate.

Que um departamento de funcionários me coloque em dilema pela sua actuação significa que lhe reconheço este patamar: ele actua. É meio caminho andado para eu gostar dele ou não gostar. Um patamar infinitamente superior aos departamentos de Estado de que, não me dando conta deles, nem posso saber se desgosto.

Relembrando o sempre citado governador brasileiro Adhemar de Barros (“roubo mas faço”), a ASAE tem o mérito de meter o pé na argola mas fazer.

JTM/Diário de Notícias


 [Alto] [Voltar] [Próximo]




HOME  .  E-MAIL  .  FICHA TÉCNICA  .  EDIÇÕES ANTERIORES  .  PUBLICIDADE  .  PRIMEIRA

Copyright (c) Jornal Tribuna de Macau, All rights reserved
Design and maintainence by Directel Macau Ltd